Quatro vantagens de uma boa noite de sono
20 de novembro de 2018
Quando devo trocar o colchão?
20 de novembro de 2018

Você recém chegou à CWB Flex e, devido à nossa variedade em colchões, não sabe qual deles adquirir? Não se preocupe! A partir dessa leitura você saberá quais são os diferentes tipos de colchão, suas finalidades e qual escolher. Confira:

  • De espuma: devido ao seu custo-benefício, o colchão de espuma está entre um dos colchões mais vendidos no Brasil. A sua densidade, que varia de acordo com o peso do consumidor, pode suportar até 130 quilos.

 

Contudo, em razão de seu material de confecção, o colchão de espuma possui uma durabilidade menor do os demais – entre três e cinco anos. Ele é indicado para pessoas que preferem superfícies mais macias.

 

Existem quatro tipos de espuma. São elas: látex, memosense, viscoelástico e aglomerada.

 

  • De molas: como o próprio nome diz, o colchão de molas é confeccionado com molas – além de espuma. Além de suportar até 150 quilos, ele dura entre cinco e dez anos. É indicado para casais que possuem gritante diferença de peso. Isso porque, em razão do tipo e quantidade de molas, eles oferecem sustentação e conforto nas medidas certas.

 

Assim como os de espuma, os colchões de mola também levam em consideração o peso do consumidor e, mediante a isso, diferem no número de molas por metro quadrado em sua composição.

 

Entre os diferentes tipos de colchão de mola, destacam-se: nanolastic, pocket (ou mola ensacada), superlastic e LFK.

 

  • Ortopédico: são colchões que atendem a alguma necessidade ortopédica do comprador. Eles, geralmente, são mais rígidos que os demais. Isso porque os colchões ortopédicos devem respeitar as formas do corpo e, ainda, propiciar sustentação e conforto à coluna enquanto dormimos – isto é, sem afundar a sua espuma de maneira demasiada.

 

Eles possuem uma vida útil de até 15 anos. E, antes de adquirir um, vale consultar o seu ortopedista! Ele pode te auxiliar a encontrar um ideal para a suas necessidades.

 

  • Magnético: é, também, denominado como colchão terapêutico. Isso porque, devido aos seus imãs – que compõem um campo magnético de 800 Gauss – ele é capaz de auxiliar em tratamentos como: a desintoxicação do organismo, o controle da pressão arterial, a prevenção de varizes, cãibras e dores musculares, além do alívio de dores na região lombar.

 

Ele pode ser de espuma ou molas, apresentar diferentes densidades e, ainda, contar com infravermelho longo. Tudo isso dependerá de você!

 

Mas, calma! Vale ressaltar que o colchão magnético não tem nenhuma propriedade curativa. Ele é indicado para pessoas que sofrem de artrite, fibromialgia e dores ciática, muscular e/ou de cabeça, pois o colchão magnético pode propiciar a esses uma massagem relaxante a partir do infravermelho longo.

 

Entendeu as diferenças entre os principais tipos de colchões existentes? Todos esses modelos você encontra na CWB Flex! Converse com um de nossos vendedores e encontre o seu colchão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat